Como o BITCOIN é produzido e como FUNCIONA


Criptomoedas como o Bitcoin são produzidas de acordo com um cronograma pré-definido.
No caso do Bitcoin são gerados 12,5 unidades de Bitcoin a cada 10 minutos, e a cada 4 anos esse número cai pela metade. No próximo Halving, que acontece em maio de 2020, a produção cairá para 6,25 BTC por cada 10 minutos.
No máximo serão produzidas 21 milhões de unidades, sendo que 85% das moedas já estão em circulação. Assim, até 2140 os 15% de unidades de BTC que faltam serão produzidas.

1. Custo de produção

É muito caro para produzir Bitcoin.
Só em energia elétrica o custo médio mundial por unidade de BTC supera os US$ 6000. Mas além disso são necessários equipamentos caríssimos, que só servem para "minerar" Bitcoins.
Uma unidade de mineração pode levar até 2 anos para se pagar, se estiver funcionando em um grande pool (mineração em nuvens), em um local do mundo onde a energia elétrica seja muito barata, em um clima idealmente seco e gelado.
Para gerar Bitcoins é preciso resolver problemas criptográficos muito difíceis, que consomem recursos em hardware e energia elétrica, além de uma imensa quantidade de pessoas trabalhando e investindo nisso.

2. Cotação do Bitcoin

O Bitcoin não foi criado para ser valorizado frente a outras moedas, e sim para ser um sistema econômico alternativo, tendo o BTC como meio de troca e guarda de valores na internet e meios eletrônicos.
O Bitcoin veio para ser uma moeda independente, não importando o seu câmbio contra outras moedas. Bitcoin é livre do controle de pessoas, grupos políticos, empresas e governos.

Leia isso:  Como o valor do Bitcoin é calculado
Moedas locais como Dólares, Euros, Reais ou pesos argentinos são produzidas do nada todos os dias, e por isso a tendência é que o Bitcoin sempre seja valorizado em relação ao dinheiro antigo, que tem critérios obscuros e desconhecidos de emissão.
Num futuro ideal, os bens serão precificados em Satoshis, que é a menor unidade do Bitcoin valendo 0,00000001 BTC. Como existem poucos Bitcoins no mundo, a tendência é que (nesse cenário) 1 BTC tenha um altíssimo poder de compra.

3. Como funciona a mineração do Bitcoin


Ao encontrar a sequência compatível, o minerador recebe uma recompensa em bitcoin para cada bloco que ele minerar. Essa recompensa foi criada com a intenção de pagar as pessoas que emprestam poder computacional para manter a rede do bitcoin funcionando, conhecida como blockchain.

4. Como funciona o sistema do Bitcoin


Bitcoin representa uma nova forma de transferência de valor online sem a necessidade de uma autoridade central, cartório, ou banco. Bitcoin é uma moeda digital, criptográfica e descentralizada concebida a partir de diversos conceitos que foram desenvolvidos nas últimas décadas, como por exemplo

Descentralizada: ninguém controla a emissão de bitcoins, e todo e qualquer evento tem que ser validado por consenso.
Distribuída: uma cópia da lista contendo todas as transações fica armazenada em cada um dos computadores da rede.
Segura e Privada: chaves públicas e privadas garantem que apenas o dono do Bitcoin pode transferir, sendo que não há necessidade de identificação pessoal.
Imutável: as transações são matematicamente vinculadas, ou seja, alterar uma transação significa alterar todas as seguintes. Portanto, os registro são a prova de adulteração.

5. O que é Bitcoin?


Bitcoin é uma moeda virtual/digital descentralizada que pode ser usada como formas de pagamentos e fazer transferências para pessoas do mundo todo cem precisar passar por algum orgão nenhum.

Veja também:  Quais as vantagem e desvantagem do Bictoin

O bitcoin for criado por Satoshi Nakamoto em 2008, até hoje ninguém sabe da identidade do Satoshi Nakamoto. 

Bitcoin é a primeira moeda do mundo e a mais valorizada, muitos especialistas dizem que o Bitcoin pode chegar até R$ 1 milhão de reais, só vendo mesmo para acreditar mas nada é impossível.

Postar um comentário

0 Comentários